You are currently viewing Hotéis superam baixa demanda

Hotéis superam baixa demanda

  • Post category:Notícias

Fraco desempenho do setor em 2014 não intimida investidores da rede hoteleira, que preveem 1200 novos leitos na cidade até 2016.

 

 

A rede hoteleira juiz-forana encerrou 2014 com sentimento de frustração. O ano que iniciou com grandes expectativas, diante da possibilidade de Juiz de Fora ser escolhida como subsede da Copa do Mundo, foi considerado o pior dos últimos quatro anos para o setor, conforme informações do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (SHRBS). Segundo a entidade, uma série de fatores contribuiu para a queda da demanda, o que fez com que os hotéis reduzissem as tarifas aos valores de três anos atrás e realizassem menores reajustes salariais. As expectativas para 2015 não são as mais otimistas mas, mesmo assim, a cidade continua sendo alvo dos investidores. Cerca de R$ 100 milhões estão sendo investidos em quatro novos empreendimentos, dois deles serão inaugurados este ano e outros dois em 2016, somando 1.200 novos leitos aos 3.500 já existentes.

O cancelamento de grandes e tradicionais eventos, como o Miss Brasil Gay e o Congresso Nacional de Laticínios, a subutilização do Centro de Convenções Expominas, a perda dos voos no aeroporto Francisco Álvares de Assis (Serrinha), a transferência de parte da linha de montagem da Mercedes-Benz e a retração econômica vivida pelo país são apontados como fatores responsáveis pela redução da demanda. “Foram questões que agravaram muito a ocupação da rede em 2014. Foi um ano difícil, em que tivemos queda do faturamento”, afirma o coordenador executivo do sindicato Rogério Barros. Apesar das dificuldades, ele destaca que não foi preciso realizar demissões. Foi mantido o total de empregos de 2013, cerca de mil.

As expectativas para 2015 não são otimistas. “No momento, a demanda é estável com tendência de declínio. Dependemos de melhoras na economia do país para poder reverter a baixa ocupação de 2014. Se isto não ocorrer, manter o mesmo nível já será um grande êxito.” Sobre a criação de novos hotéis na cidade, Barros espera que os empreendimentos contribuam como atrativos para melhorar a demanda.

Esta também é a aposta do secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Geração de Emprego e Renda, André Zuchi. “Apesar de termos passado por um ano difícil, as nossas expectativas para a cidade em 2015 são positivas com relação à infraestrutura e à conclusão de investimentos. O setor de turismo está se consolidando em Juiz de Fora com boas perspectivas.” Segundo ele, no ano passado, 361 eventos foram cadastrados no Portal do Turismo da Prefeitura de Juiz de Fora (www.portaldoturismo.pjf.mg.gov.br), destinado ao desenvolvimento e fomento do setor. “Percebemos que a cidade deve apostar em eventos de médio e pequeno porte para a atração de turistas e o aquecimento da rede hoteleira. Os novos hotéis irão se configurar em mais alternativas para isso.”

Hotéis locais buscam novos nichos

Para vencer os obstáculos impostos por 2014, os hotéis de Juiz de Fora passaram por uma espécie de readequação. “A não realização de eventos que eram esperados e a frustração nas nossas expectativas nos fizeram rever algumas estratégias, buscar nichos de mercado ainda não explorados e inovar em atrativos para nos mantermos firmes e confiantes”, explica a responsável pelo departamento de marketing do Premier Parc Hotel, Paula Falce. Ela conta que o hotel trabalhou não só na atração de hóspedes a trabalho.”Buscamos atrair pessoas interessadas em cultura e lazer, e também aproveitamos a nossa estrutura para a realização de casamentos e festas de confraternização.”

No Victory Business Hotel, a gerente de vendas Izabella Campos conta que a realização de eventos corporativos foi a saída encontrada para vencer o ano difícil. “Apesar do sentimento de frustração que 2014 nos deixou com relação a todas as expectativas que foram criadas, não podemos reclamar. Mesmo com todas as eventualidades, sediamos muitos eventos, o que nos permitiu uma recuperação da demanda.”

Investidores

O fraco desempenho do ano passado não intimida os novos investidores. O gerente geral do Independência Trade Hotel, José Carlos Branco, afirma que tem as melhores expectativas para o empreendimento, que, desde novembro, já está apto a receber eventos e que nos próximos dias terá inauguração dos leitos. “Juiz de Fora vem crescendo, recebendo cada vez mais empresas. Mesmo que o último ano não tenha sido bom, sabemos que há demanda para o tipo de empreendimento que estamos lançando.” O hotel possui um centro de convenções com capacidade para receber até duas mil pessoas. “Nossa proposta é atrair eventos de médio porte para a cidade.” O local possui 278 apartamentos, que somam 640 leitos, e entre os diferenciais está um heliponto para apoio de embarques e desembarques com helicópteros.

A assessoria da GJP Hotéis e Resorts, responsável pela gestão do Linx Hotel, destacou que “a escolha de Juiz de Fora para sediar o empreendimento se deu pelo desenvolvimento da cidade nos últimos anos. Além disso, a localização de onde será construído o hotel, próximo ao Hospital Monte Sinai, ao Independência Shopping e à Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), gera uma boa expectativa sobre a demanda.” O local terá 168 apartamentos, e a inauguração está prevista para 2016.

Juiz de Fora receberá, ainda, os hotéis Nobile Express, que será localizado na Avenida Itamar Franco próximo à Avenida Getúlio Vargas e terá 101 apartamentos, e Ibis Hotel, na Avenida Deusdedit Salgado, com um total de 144 apartamentos. A previsão é que o primeiro seja inaugurado ainda este ano e o segundo em 2016.

Fonte: Jornal Tribuna de Minas